domingo, 24 de janeiro de 2010

Collin


lápis 6B - folha A4





E então ele surgiu em minha mente... com nome e rosto.

 Logo após eu o trouxe a vida e papel. 




3 comentários:

douglas dias disse...

Oi, Dje! Qual técnica tu usastes? Esfuminho?

Apenas um cuidado ao Usar o esfuminho se for o caso. No desenho a técnica fica boa, mas para scanear ela smo um pouco, então tente fazer um experimento usando o esfuminho de modo mais sólido, esfregando o dedo sujo de grafite nas esmas áreas sombreadas mais vezes. Dará um tom de conza mais forte para sair no scaner.

Abraços

Gafanha disse...

O problema do dedo no esfumato é que a primeira dedada que tu dá fica mais escura e tu nao consegue passar isso pro resto do desenho. Lance de gordura da mao sabe? Uma coisa que funciona bem e aprendi aqui na guilda é usar guardanapo de papel ou até mesmo papel higienico. Fica uniforme e limpo, querendo que fique mais escuro é só adicionar mais grafite! Fica a dica. Acho que foi o Indio que me ensino isso, da uma olhada nos desenhso dele!

Densetsu disse...

Eu costumo sempre reforçar o traço, depois de terminar um desenho.Assim posso fazer um estudo de sombras com traço beeem levinho, se eu acabar não gostando posso apagar sem problemas que o desenho estará intacto, se gostar finalizo as sombras com 6B.
Quanto a esfumar, antes de mas nada lavar as mãos, depois eu deslizando o dedo ou papel( com diferentes texturas vc consegue diferentes efeitos, é legal), da area mais escura para a mais clara, com isso eu obtenho mais facilmente um tom degradé bem loco.